31 março, 2010

30 março, 2010

Semana ensolarada

Daí que ontem caiu um temporal da-que-les em Brasília, porém, contudo, entretanto, todavia, o dia (e o resto da semana) está lindo hoje. (pelo menos aqui no meu trabalho)

Afinal, como todos sabem, a máxima Farinha ainda prevalece: Por melhor que o chefe seja, quando ele não está o dia é lindo!

E assim será a semana intirinha! Um viva!

Estamos aqui decidindo qual será o esqueme do revezamento, enquanto isso eu vou ficando, fazendo de conta que não estou pensando em nada disso.

;)

26 março, 2010

Ela chegou!!

Enfim ela chegou gente. Com saúde, graças a Deus! E deixando a todos muito felizes.
Seja bem vinda Rafa. Que sua vida seja repleta de descobertas, conhecimento, paz e sucesso.
Parabéns aos papais Brenda e Sandro. Que papai do céu traga tudo de bom pra essa família.

Rafaella, Brasília, 24 de março de 2010, 21:29h.

23 março, 2010

Só pra esclarecer

A despeito do post abaixo, sou apenas a Tia ansiosa.
E nada da Rafa.

Não entendeu, clique aqui.

Que coisa, não?!

Divagar é preciso... viver não é preciso... (trocadalho do carilho)

As vezes eu sinto falta de quando eu era mais divertida. E mais magra. Mas só às vezes. Pelo divertido. Pelo magra, sempre!

PS> não, eu não sei pq estou deixando de ser divertida.
PS²> suspeito que seja a velhice chegando.
PS³> eu sei que tem muita velhinha mais divertida que eu.
PSP> eu não ligo.
Wii> mas mesmo assim eu sinto falta.
Xbox> quem sabe daqui 6 meses eu volto a ser menos chatinha.

Quem sabe...

21 março, 2010

Oração do formando

Meu Deus me dá paciência, serenidade, paciência, coragem, paciência, ânimo, paciência, disposição, paciência, sabedoria e mais paciência para concluir essa maldita monografia. Amém!

08 março, 2010

Sonho fandástico

Sonhei com Brenda e Rafaella. E pra não ter que digitar tudo novamente vou apenas colar a msg que mandei pra ela contando. Foi muito, muito legal.

Então... foi muito legal.. eu tive que mandar a msg senão eu ia dormir de novo e iria esquecer... ai ja viu né.
Foi assim, a gente combinava de ir num barzinho, todo mundo, dai vc era a primeira a chegar e logo depois eu cheguei, dai era pro Sandro encontrar a gente com o Nelson. Enquanto esperavamos ficamos conversando e vc me mostrando a barriga e a rafa tava mexendo muito, dai teve uma hora que ela empurrava forte que dava ate pra ver o formato do rosto contra a pele e eu ficava falando igual uma louca, Brenda da pra ver o formato do rostinho, é lindo, e vc não conseguia ver pq era na parte de baixo da barriga. Dai de repente era como se ficasse assim meio transparente e dava pra ver ela de cabeça pra baixo empurrando. Ai eu falava assim, Brenda acho que ela ta querendo nascer. Ai vc começava a sentir as contrações, e ficava nervosa, dai eu falava pra se acalmar e a gente ia pro carro pra correr pro hospital. Nesse meio tempo eu ligava pro sandro falando que ia nascer, toda empolgada, e tu la se contorcendo de dor. hahahahaha. E estavamos num fiestinha tipo o q vc tinha, o diabo do carro não andava por nada. Dai no meio do caminho, ali pela Asa Sul, ele simplesmente parava. E a gente ia pedir ajuda pra alguem levar no HFA. Encntramos uma casa, as pessoas deixaram a gente entrar, dai eu olhava sua barriga e ela tava tava la empurrando (é dava pra ver a nenem pela barriga e eu nem achei esquisito), ai eu falei Brenda ela vai nascer aqui mesmo. Dai te coloquei sentada numa cadeira meio reclinada, o povo da casa começava a ajudar trazendo panos, roupas de cama, dai de repente eu ja via a cabecinha dela saindo (e não era nojento, nem cheio de sujeira nem nada, era muito emocionante). Dai eu corria pra lavar as mãos e voltei a ponto de conseguir segurar ela na hora que ela saia. Muito louco. E era gordinha, rosadinha, com nariz de batatinha, linda linda linda. E eu ficava encantada com aquilo tudo e vc toda suada e desfalecida. hauhauhauhauhaua. Dai enrrolava ela num leçol, limpava o rostinho, a boca, o nariz, sem cortar o cordão umbilical nem nada, mas tava limpinha, e colocava ela no seu colo.
Dai la pras tantas a Dani tava na historia (vinda não sei de onde). E eu falava assim, olha Dani, pega ela pra vc ja ir treinando.
E ficava uma alvoroço na casa, a gente querendo sair logo pra não incomodar o povo, e não tinha como levar pro hospital e o sandro não chegava, e eu pensava em ligar pros bombeiros (isso tudo acontecendo ao mesmo tempo, igual filme, foi muito real). E alguem falava que o bombeiros não levavam assim. Ai eu ligava pro Sandro e ele tava perdido, e eu falava que era na 913 sul, atras do obcursos. De repente ele chegava todo feliz, ele e mais uma zaga (Nelson, Arlen, Charles, um monte de gente) todo mundo rindo, tudo feliz, e enchia a casa da pessoa (que eu não faço ideia de quem era). E ficava aquela confusão na casa. E eu toda hora preocupada com a nenen, e conversando com ela (falando com vozinha de criança). Dai os bombeiros chegavam pra levar pro hospital. E aquele vuco vuco e eu acordei. Encantada com a cena toda.
A hora do parto foi muito emocionante e bonito.
Dai eu pensei, tenho que mandar uma msg pra Brenda, se não vou esquecer do sonho. Tomara que ela não esteja acordada e o celular esteja desligado.
huhuhuhuhuhuh
Desculpa pela msg na madrugada, mas eu não me continha de ansiedade.